_____________________________________
Também leia meus posts como 'Toon Link' no Blog Clímax.

Indicados ao
Oscar 2012 - Comentários
O 3D é mesmo o
futuro do cinema?
Resenha: Toy Story 3
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

domingo, 9 de novembro de 2008

Eu e o Projeta Brasil Cinemark

Meu nome não é Jon, e num tinha filme de animación :/ [/podre]



Bom, "existe" o "Projeta Brasil Cinemark", onde todo ano o Cinemark(uma rede de cinemas) reserva um dia(uma segunda feira pra ser mais exato) para a exibição apenas de filmes nacionais por apenas R$ 2,00, um projeto bacana para incentivar a assistência de filmes nacionais

Pois bem, como sei que nesse dia o cinema virará um enxame, vou-me eu sábado comprar antecipadamente meus 2 ingressos com meus soados R$ 4,00, sim, só comprei dois pois foi a grade que ficou compatível com os filmes que queria ver e com o tempo que me sobrou depois de sair do trabalho(e de uma matança de aula do curso, diga-se)

O escroto é que a bodega do Cinemark daqui é o mais blockbuster de tudo quanté canto da galáxia, para se ter uma idéia, não teve a exibição de filmes do naipe de Chega de Saudade, Loura Louca, e nem mesmo filmes mais bem divulgados como Estômago e Linha de Passe

Minhas opções: assistir Meu Nome não é Jhonny e rever Ensaio sobre a cegueira


Emfim, eu ja esperava o grupo de gente que iria só pra quizumbar, afinal, ingresso a dois reais não custa nada ne..?(embora a pipoca de quase 7 reais que todos usavam "para acompanhar" continuava o mesmo preço) e 2 horas do tempo jogadas fora também não


avaliação da aventura:

1° Sessão - Meu Nome não é Jhonny


Fui assistir a esse filme, muitos falaram bem dele e tal, parecia a melhor opção para assistir no dia, tirando claro, rever Ensaio sobre a cegueira nem que fosse pela 23° vez

O filme no geral é bacana, mas tem o problema de muitos filmes nacionais, direção nada inovadora, e um filme que sofre de falta de essência ou algo a dizer
Falta um diretor/roeirista que traga alma à película, que a orquestre e que não apenas faça um filme correto que dramaticamente acabe não acrescentando nada ao fim da projeção
e ao fim do filme o diretor parece não saber como acabá-lo, e acabamos tendo um almontoado de imagens sem muito propósito e a clássica tela preta mostrando um pouco do futuro das personagens (e que acaba por mostrar algo sobre o protagonista que o próprio filme não deixou no caminho([sua "brilhante" reabilitação]))


Vale ressaltar as 2 hilárias cenas onde o carcereiro do "esquema do macdonaldi" aparece bem, são de rachar de rir, e a atuação do Selton Mello, ótimo como sempre



2° Sessão - Ensaio sobre a cegueira



Depois da sessão anterior vou eu refrestar minha alma cinéfila "anton-egada"

Minha análise do filme continua igual a anterior, acho-o muito bom em alguns aspectos, mas acabou que o filme tem uns problemas, ja que pareceu sofrer de uma falta de essência em determinados momentos..
talvez isso fica-se mais claro se eu realmente tivesse lido o livro do Saramago

Mas o filme não deixa de ser excelente em váris outros aspectos

Durante a sessão ocorreram alguns casos, interessantes, vamos dizer assim,
comparado a primeira vez que vi o filme onde a sala se encontrava apenas uns 1/5 cheia e não tive problema nenhum com algum esngraçadinho desreispeitando quem quer realmente assistir uma obra cinematográfica.

Primeiro foi o coro de um gemido meio "ahrgg-urg".. uma expressão de nojo em "coro generalizado" na cena onde a narração em OFF fala sobre o estado de imundície do local e vemos um enquadramento de, como diria um amigo meu de nome de uma não agradável pronúncia, uma "bela bosta"

Segundo, nunca vi num filme porreta desses as pessoas rirem tanto, claro que o filme tem seus momentos comédia, mas quando eles aconteciam aí é que o cinema ia ao chão, não sabia que a expressão "Mulheres por comida" era tão engraçada

Terceiro, tinha um grupo de 2 fêlasdapóta que estavam algumas cadeiras ao meu lado, além dos burros ficarem durante o filme falando alto, e ainda falando merda como: "esse filme se passa em São Paulo mesmo? cade escrito SAMU nessa ambulância?" e "essa porra de filme fica imitando os gringos", e quando alguem pedia silêncio de forma anônima com seus "XÍU!"(cof! cof!) davam ataques de bibas gritando "vai fazer Xiu no inferno!", além de burros os caras ainda tem um grande senso de humor, vejam só..


Ah, e ao fim da sessão eu ouvi a célebre frase que ja sabia que escutaria antes mesmo do início dela : "acabo..?!.. pelo menos foi só R$2,00".

..


Será que eu sou tão chato com essas coisas?

..


.


..

.




O mais engraçado foi meu irmão que tava fazendo um escândalo que tinha porque tinha que assistir a Última Parada 174, o filme mais desnecessário ""desde"" o live-action de Dragon Ball, ainda mais à sombra da obra-prima que é o documentário Ônibus 174 de José Padilha
Ao fim ele me volta da sessão falando que o roteiro do filme é um desastre e ele mais parecia uma película de comédia HAUHUHHASuhashUAHSUAHUSH


isto seria um cartaz de I'm not there?



Conclusão, ambora eu não tenha assistido o tal do Polaroides Urbanas, praticamente Ensaio sobre a cegueira era o único filme nacional dos que tinham na bodega que realmente era um filme bem acima da média, isso porque segundo Fernando Meirelles, não é um filme brasileiro e sim internacional


Emfim,
Foi legal
confesso que foi a primeira vez que assisti num cinema um filme seguido de outro

Um comentário:

kaio oliveira disse...

e as merdas desse projetos não vem pra cá.auhauhuahuahuhauahuha

Postagem mais recente

veja mais coisas legais em Postagem mais antiga


Related Posts with Thumbnails
 
diHITT - Notícias / BlogBlogs.Com.Br